Uma decisão decepcionante

Cruzeiro e Corinthians fizeram um jogo decepcionante na abertura da decisão da Copa do Brasil. O Cruzeiro venceu por 1 a zero. O resultado foi justo porque, mesmo de forma tímida, o time mineiro arriscou alguma coisa. O Corinthians usou a artimanha de ganhar tempo, tentar sair do Mineirão em condições de decidir em seu estádio no segundo jogo. Conseguiu, mas sequer deu trabalho ao goleiro adversário.
O Cruzeiro foi um time econômico demais. Só no primeiro tempo tentou alguma coisa no ataque. Thiago Neves ( Foto ) acertou o goleiro, a trave e o gol. Pouco para um time que tinha um adversário acuado em campo e que na comparação com o rival era superior tecnicamente. No segundo tempo o time de Mano Menezes não pressionou, não buscou ampliar o placar. Vai concorrer ao prêmio Nobel de timidez. Deixou passar a chance de resolver o título no primeiro jogo e pode pagar caro por isso.
O Corinthians usou a estratégia de fechar todos os espaços. Ficou recolhido na defesa e nem deu trabalho ao goleiro Fabio. Castigo, tomou um gol. O placar possibilita a reação em São Paulo. Ficar com o título em 90 minutos e fazer dois gols de diferença parece impossível. Vencer e levar a decisão para os pênaltis é viável. Jair Ventura errou nas mudanças que fez no jogo. Araos conseguiu ser expulso. O time jogou muito pouco pela grandeza de sua camisa. O Cruzeiro decepcionou pela timidez e o Corinthians pela falta de ousadia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *